Legislativo aprova denominação do Centro Municipal de Castração como "Astrogilda Ferraz de Camargo"

Publicado por: Brunara Ascencio - Jornalismo Câmara Municipal

Publicado em: 21 de junho de 2018

O Plenário do Legislativo aprovou, na sessão ordinária realizada na última segunda-feira (18), o Projeto de Lei nº 5.326/18, da vereadora Ivone Magri Ruiz, que denomina "Astrogilda Ferraz de Camargo" o Centro Municipal de Castração, localizado no Anexo II da Diretoria de Meio Ambiente e Urbanismo, sito à Avenida da Saudade nº 1141, Jardim Almici.

A vereadora contou parte da história de vida de sua homenageada, natural de São Carlos/SP e filha de Ernestina Ferraz. "Tinha aproximadamente 20 anos de idade quando se mudou para Novo Horizonte onde escolheu exercer a sua profissão, professora. Apaixonada por animais abriu mão de sua própria vida para cuidar dos pequenos cães e gatos abandonados usando, inclusive, todo o seu salário para custear as despesas com o tratamento dos mesmos", observou.

Segundo Ivone, sua homenageada residia no centro da cidade onde mantinha muitos animais e tinha, também, uma pequena chácara na Vila Bauman que usava como abrigo para os mesmos. "Nesta chácara ela construiu várias baias que serviram de moradia para muitos cães e gatos. Após seu falecimento o local foi abandonado e hoje está tomado pelo mato", afirmou.

A vereadora destacou que Astrogilda era uma mulher à frente de seu tempo, não se casou e não teve filhos para que pudesse se dedicar, integralmente, a cuidar dos animais enfermos, atropelados, abandonados; abnegada em prol da causa dos animais de rua. "Muitas vezes, quando já não havia recursos em Novo Horizonte, ela pedia ao seu motorista que levasse os animais para serem atendidos em São José do Rio Preto", salientou.

Conforme Ivone, dona Astrogilda, como era conhecida, fez muitos amigos em Novo Horizonte e estabeleceu laços que a fizeram aqui permanecer até o dia de seu falecimento em 06 de setembro de 2004, aos 89 anos. "O seu corpo está sepultado no cemitério de Novo Horizonte juntamente com o de sua mãe que, posteriormente, também se mudou para Novo Horizonte a fim de ajudar a filha em sua tarefa de proteger e cuidar dos animais", lembrou.

A vereadora também destacou que, até hoje, quando o assunto é "cuidar de animais" as pessoas se lembram e citam, com admiração, o trabalho feito por esta mulher que inspira as gerações de novos cuidadores e protetores de animais de nossa cidade.

"Sendo assim, até onde temos conhecimento, a Dona Astrogilda foi a precursora de todo o movimento em prol dos animais em Novo Horizonte, o que nos faz crer que podemos, então, denominá-la a primeira protetora de animais de Novo Horizonte, razão pela qual a presente homenagem se faz justa e necessária", finalizou.

 

*******

Tramitação

- Para acessar a íntegra do Projeto de Lei e detalhes da tramitação como pareceres da Procuradoria Jurídica e Comissões, votação, entre outros, clique aqui.



Cadastre-se e receba notícias em seu email