Projeto Câmara Visita: Vereadores visitam a Secretaria Municipal de Educação

Publicado por: Brunara Ascencio - Jornalismo Câmara Municipal

Publicado em: 06 de outubro de 2017

Os vereadores Cleber da Rosa Moreira (Cleber Gaúcho), Douglas Alex Pedro (Locutor Douglas Alex), Nelson Luiz Benevenuto (Nelsinho Luiz) e Sônia Maria Pasiani Canato, acompanhados de servidoras da Câmara, fizeram uma visita, na tarde da última quinta-feira (5), à Secretaria Municipal de Educação. A visita faz parte do Projeto "Câmara Visita", idealizado pelo presidente do Legislativo Nelsinho Luiz.

Os edis foram recebidos pelo secretário Paulo Magri, pela supervisora de ensino Oliana Pereira Ascencio e pelo chefe da Divisão de Transportes Antônio Pedro da Silva Balduino. De acordo com a Secretaria, a Educação Municipal possui 21 unidades educacionais que atendem aproximadamente 5.200 alunos, do berçário 1 (seis meses) ao 9º ano (14 anos). Para atender a demanda, 316 professores ministram aulas em unidades que funcionam no período matutino, vespertino, integral, além da Escola Municipal de Educação de Jovens e Adultos (Emeja), que funciona no período noturno.

Dentre os assuntos abordados na visita, o transporte de alunos teve destaque. Segundo o chefe da Divisão de Transportes, são 61 linhas urbanas, 56 linhas rurais e 16 linhas para transporte de universitários para cidades da região. "Dos 51 veículos que temos, 37 estão em funcionamento e 14 apresentam algum problema. Por isso a nossa necessidade de locação de veículos para atendermos todas as nossas linhas", afirmou Balduino.

Paulo ressaltou que parte da frota é bastante antiga, o que gera necessidade de manutenção para mantê-la em funcionamento. Bauduino esclareceu que a empresa que ganhou a licitação para os serviços mecânicos fez recentemente o levantamento dos veículos que precisam de reparos, no entanto, ainda aguardam a licitação de peças para que o serviço possa ser realizado.

Outro assunto abordado foi com relação a uma unidade escolar em construção entre o Parque Honório Roncoletta e o Residencial Izaltina Maria Ribeiro Roncoletta, e outra no Jardim Almici, ambas com as obras paradas. Segundo o secretário, as empresas abandonaram as obras, que aguardam novas licitações para que sejam concluídas.

A falta de funcionários também foi tema na reunião. "Vários setores possuem número insuficiente de funcionários, por isso a necessidade de se pagar horas extras para motoristas, apoio escolar, pessoal da limpeza", afirmou Paulo.

Ao final da visita, o secretário contou aos vereadores que o Município irá receber da Fundação Lemann e da empresa Google 240 netbooks. Os vereadores agradeceram a recepção dos gestores, parabenizaram pelo trabalho desenvolvido e se colocaram à disposição para colaborar com as demandas da Educação.

Dados

Novo Horizonte é destaque no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (Ioeb). O Ideb, calculado com base no aprendizado dos alunos em português e matemática (Prova Brasil) e no fluxo escolar (taxa de aprovação), tem como objetivo medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino no país. De acordo com o último Ideb, de 2015, nos anos iniciais o Município tem 7,6, quando a meta era de 6,2; já nos anos finais tem 6,7, quando a meta era 5.

Ouro parâmetro educacional é o Ioeb, formado a partir da relação de um conjunto de fatores relacionados aos insumos educacionais. Conforme o último Ioeb, também de 2015, Novo Horizonte alcançou 1º lugar entre as cidades do Estado de São Paulo e 5º lugar no ranking dos 10 Municípios do Brasil com maior índice, com nota 5,8, três décimos abaixo de Sobral/CE, que alcançou o 1º lugar nacional com nota 6,1. O índice médio no Estado de São Paulo foi de 5,1 e do país de 4,5. 

Câmara Visita

Durante o ano, diversas entidades, instituições e repartições públicas que tiverem interesse poderão receber a visita dos vereadores para um bate-papo. Segundo Nelsinho, o objetivo é promover uma aproximação do Legislativo com a população. "Vamos ser uma Câmara mais presente, o intuito é verificar as demandas desses locais, ficarmos cientes da real situação de cada instituição e repartição pública, para tentarmos ajudar de forma mais eficiente, através de requerimentos ao Executivo, ao Estado, a União, a deputados estaduais e federais", explicou.

 



Cadastre-se e receba notícias em seu email