Câmara aprova abertura de crédito no orçamento da Prefeitura para atender despesas com obra de cobertura do Terminal Rodoviário

Publicado por: Brunara Ascencio - Jornalismo Câmara Municipal

Publicado em: 05 de dezembro de 2017

O Plenário do Legislativo aprovou, em única votação, na sessão ordinária realizada na última segunda-feira (4), o Projeto de Lei nº 5.180/17, do Executivo Municipal, com requerimento de urgência especial, que dispõe sobre abertura de crédito adicional especial no valor de R$ 55 mil.

De acordo com ofício encaminhado pelo prefeito Toshio Toyota, o crédito será coberto mediante anulação parcial de dotações orçamentárias e visa adequação de dotações orçamentárias do Departamento Municipal de Obras e Serviços Públicos, as quais serão destinadas a atender as despesas com o procedimento licitatório destinado à contratação de empresa para execução da obra de cobertura do Terminal Rodoviário do Município.

"Como é de conhecimento de todos, no dia 27 de outubro, o Município foi acometido por um vendaval, seguido de chuvas fortes, os quais causaram o desprendimento da estrutura metálica e cobertura dos pilares do Terminal Rodoviário, fazendo-se necessário sua reconstrução", destacou.

Pedido de vistas

O vereador Antônio Dejair da Silva (Jair Gordo) apresentou pedido de vistas de 15 dias à matéria. O edil sugeriu que neste tempo os vereadores viabilizassem uma reunião com representantes do Executivo, para que não fosse refeita apenas a cobertura da rodoviária, mas que os munícipes que tiveram suas casas danificadas pela cobertura, que foi arremessada pelo vento sobre suas residências, também tivessem o respaldo da Prefeitura.

O vereador José Roberto de Oliveira Souza (Beto de Souza), líder do Executivo na Câmara, afirmou que o Legislativo deve tomar providências no sentido que colaborar com os moradores que foram prejudicados, no entanto, para ele, adiar a votação da proposta de remanejamento de verba para a obra de cobertura da rodoviária só iria manter um dos problemas, que é a falta de cobertura do Terminal, prejudicando os usuários e profissionais que lá trabalham.

Ao ser colocado em votação, o pedido de vistas foi rejeitado com sete votos contrários e cinco favoráveis. Os vereadores Amilcar Raphe, Celso Andrade Junior, Douglas Alex Pedro, Ivone Magri Ruiz, José Roberto de Oliveira Souza, Leandro Tadeu Lança e Roberto Melchiori votaram contra o pedido de vistas. Os vereadores Antônio Dejair da Silva, Cleber da Rosa Moreira, Ideval Rogério Cardoso, Sônia Canato e Tiago Marins votaram a favor do pedido de vistas. Neste caso, o presidente da Casa vereador Nelson Luiz Benevenuto não apresenta voto.

Votação

O Projeto de Lei, colocado em votação, foi aprovado com sete votos favoráveis e cinco contrários. Os vereadores Amilcar Raphe, Celso Andrade Junior, Douglas Alex Pedro, Ivone Magri Ruiz, José Roberto de Oliveira Souza, Leandro Tadeu Lança e Roberto Melchiori votaram a favor da matéria. Os vereadores Antônio Dejair da Silva, Cleber da Rosa Moreira, Ideval Rogério Cardoso, Sônia Canato e Tiago Marins votaram a contra a proposta. Como o quórum para votação era maioria simples, o presidente da Casa vereador Nelson Luiz Benevenuto não apresenta voto.

*******

- Para acessar a íntegra do Projeto de Lei e sua tramitação, clique aqui.



Cadastre-se e receba notícias em seu email