Vereador Celso Júnior sugere ao Executivo elaboração de Lei para que instituições de ensino possuam funcionário com o curso de primeiros socorros

Publicado por: Brunara Ascencio - Jornalismo Câmara Municipal

Publicado em: 29 de maio de 2018

O vereador Celso Andrade Júnior apresentou, na sessão ordinária realizada na segunda-feira (21), o Requerimento nº 281/18, ao Executivo Municipal, solicitando a possibilidade de elaborar um Projeto de Lei, conforme Anteprojeto de Lei que encaminho anexo, que determina que as instituições de ensino públicas e privadas no Município de Novo Horizonte possuam funcionário habilitado com o curso de primeiros socorros.

"Sabemos que os primeiros socorros prestados de imediato às vítimas de acidentes são primordiais para salvar uma vida, além de protegê-las de maiores danos, até a chegada dos profissionais de saúde especializados e do corpo de bombeiros", iniciou.

Diante do fato de que os professores e funcionários da rede de ensino convivem diariamente com grande número de bebês, crianças e adolescentes, para o edil, é de suma importância que a instituição possua funcionário habilitado com o curso de primeiros socorros.

"Infelizmente acidentes acontecem e um dos últimos que repercutiu foi o que ocorreu com o menino Lucas Begalli Zamora de Souza, de 10 anos, que veio a óbito, após comer um cachorro quente durante uma excursão em Cordeirópolis, no final de setembro de 2017, realizada pelo colégio em que o aluno estudava", observou.

Desde então, segundo Celso, a mãe de Lucas, Alessandra, tem feito um movimento regional para que os Municípios e as Câmaras Municipais apresentem Projetos de Lei no sentido de que os professores e os profissionais das escolas e creches estejam preparados para os casos de acidentes, o qual ocorreu com o seu filho.

"As crianças são extremamente vulneráveis. Elas têm pouca ou nenhuma capacidade de proteger-se ou de suster-se e pouca influência em grande parte do que é vital para seu bem-estar. Sendo necessário que os adultos que as cercam, estejam preparados em casos de urgências", finalizou.

 

**********

Tramitação

- Para acessar a íntegra e a tramitação do Requerimento, clique aqui.



Cadastre-se e receba notícias em seu email