Câmara aprova reconhecimento da modalidade cutiano como patrimônio histórico cultural do Município e estabelece normas para realização de rodeios

Publicado por: Brunara Ascencio - Jornalismo CMNH

Publicado em: 20 de fevereiro de 2020

O Plenário do Legislativo aprovou, por unanimidade dos vereadores presentes, na sessão ordinária realizada na última segunda-feira (17), o Projeto de Lei nº 5.777/20, do vereador Nelson Luiz Benevenuto (Nelsinho Luiz), que dispõe sobre o reconhecimento da modalidade cutiano como patrimônio histórico cultural do Município e estabelece normas para a realização de rodeios.

Além do reconhecimento como patrimônio histórico cultural, de acordo com a proposta, as pessoas físicas ou pessoas jurídicas de direito privado que realizarem rodeio de animais no Município de deverão incluir a modalidade cutiano.

Para fins de aplicação da Lei, a matéria considera rodeio cutiano a modalidade em que o competidor deve segurar a rédea com uma das mãos e deixar a outra livre, sem tocar em nada, e quando o cavalo sair do brete, a espora deve ser puxada da altura do pescoço para a alça do arreio, também acompanhando os pulos do cavalo e no tempo de oito segundos.

Segundo Nelsinho, a modalidade foi criada no Brasil e não existe nas competições internacionais. "Trata-se de um estilo de montaria que possui intensa ligação com a vida no campo e o trato dos animais", observou.

De acordo com o edil, a modalidade consiste em montar em cavalos bravos e nasceu da necessidade dos peões de amansar cavalos xucros enquanto guiavam comitivas de um ponto a outro do país. "Aos poucos, essa montaria foi se tornando uma espécie de entretenimento para os peões que realizavam disputas para ver quem conseguia se manter mais tempo sobre o cavalo bravo", salientou.

O vereador destacou que é notório que há décadas são realizadas provas de montaria em cavalos nos eventos em Novo Horizonte, que são muito prestigiadas pelos moradores desta cidade e da região.

"Tornar a manifestação um patrimônio histórico cultural da cidade e continuar realizando o rodeio cutiano serão maneiras de valorizar as tradições do Município, preservando a modalidade genuinamente brasileira, que muito contribuiu para o desenvolvimento dos rodeios novo-horizontino e brasileiro", finalizou.

 

*******

Tramitação

- Para acessar a íntegra do Projeto de Lei e detalhes da tramitação, entre outros, clique aqui.

 

 

 



Cadastre-se e receba notícias em seu email