Vereador Amilcar Raphe concede Diploma "Beija-flor" à Associação dos Protetores e Cuidadores da Lagoa do Jardim Itapuã

Publicado por: Brunara Ascencio - Jornalismo CMNH

Publicado em: 22 de maio de 2020

O Plenário do Legislativo aprovou, por unanimidade dos presentes, na sessão extraordinária realizada na quarta-feira (20), o Projeto de Decreto Legislativo nº 440/20, do vereador Amilcar Raphe, que concede Diploma "Beija-flor" à Associação dos Protetores e Cuidadores da Lagoa do Jardim Itapuã (Apec).

Segundo o edil, a referida Associação é uma entidade sem fins lucrativos, criada em setembro de 2017, e tem como finalidade o trabalho em prol da manutenção e preservação da lagoa situada no Parque Ecológico - Centro de Educação Ambiental "Walter de Biasi Filho", localizado no Jardim Itapuã. 

"Dentre as iniciativas ambientais da entidade que culminaram com a limpeza e conservação do Parque Ecológico, podemos destacar a remoção de aguapés da lagoa, em várias ocasiões; a retirada de materiais recicláveis e vários tipos de lixos do interior da lagoa e de todo o seu entorno; além dos cuidados com os animais; e o plantio de 30 mudas de árvores doadas por um munícipe", ressaltou.

Conforme o vereador, a Apec é presidida, desde a sua fundação, por Divacir Martins (Diva), residente no Jardim Itapuã; auxiliada por Leonice Antônio, moradora do mesmo bairro; com o apoio do Professor da Etec, Daniel Bruno da Silva; e para a realização de suas atividades conta com a colaboração de vários moradores bastante ativos, além de empreendedores da cidade, que contribuíram de alguma forma para o desenvolvimento do relevante trabalho de zelo com a lagoa; e também a Prefeitura Municipal, que permanece fazendo a roçagem do mato.  

"Manifesto meus efusivos cumprimentos aos membros da Associação, pois a água é fundamental para o planeta. Nela, surgiram as primeiras formas de vida, e a partir destas, originaram-se as formas terrestres, as quais somente conseguiram sobreviver na medida em que puderam desenvolver mecanismos fisiológicos que lhes permitiram retirar água do meio e retê-la em seus próprios organismos. A evolução dos seres vivos sempre foi dependente da água", salientou.

Amilcar destacou que, mesmo diante de alguns obstáculos surgidos, como a destruição de algumas árvores, a Associação dos Protetores e Cuidadores da Lagoa do Jardim Itapuã segue firme no seu propósito e na sua luta, prosseguindo com seu inestimável e expressivo trabalho em favor do meio ambiente, como a remoção do lixo e serviços de manutenção e conservação do Parque Ecológico e outras importantes medidas para proteção da lagoa. "Dessa forma, diante dos motivos aqui expostos, tenho a honra de homenageá-la com a concessão do 'Diploma Beija-flor'", finalizou.  

 

**********

Tramitação

- Para acessar a íntegra do Projeto de Decreto Legislativo e detalhes da tramitação, votação, entre outros, clique aqui.



Cadastre-se e receba notícias em seu email